contato@babiloniaeditorial.com.br

O Rio antes do Rio

Home Catálogo O Rio antes do Rio
Especificações técnicas
Lançamento: Dezembro 2015 [3ª edição: abril 2017]
Autor: Rafael Freitas da Silva
Formato: 15,5 x 23cm
Páginas: 432
Peso: 700g
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-66317-17-6

Quando se fala da história do Rio, quase sempre se parte de 1565, ano do desembarque de Estácio de Sá e sua pequena armada no istmo do Cara de Cão. Mas o que existia aqui antes? Quem habitava o Rio? Como era a relação deles com os colonizadores portugueses? O Rio antes do Rio é um livro sobre os povos indígenas do Rio de Janeiro, os primeiros contatos com os europeus, as disputas entre portugueses e franceses, os momentos decisivos das batalhas travadas, o processo de conquista que possibilitou a ocupação da área pelos portugueses. A obra segue até 1567, quando Estácio de Sá é morto e ocorre a fundação da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.

“Nós, meros cariocas à mínima potência, até deveríamos agradecer efusivamente tal edificação majestosa, não estivéssemos tão ocupados em usufruí-la. Pois é assim este volume, uma piscina do tamanho do oceano, qual efeito especial, belo como arara-canindé, forte como cauim (aguardente), farto como pakoba (banana), petyma (tabaco) – difícil de largar. […] Trata-se de uma máquina do tempo? Sim, também. Mas, engana-se quem supõe ter sido eu transportado apenas para o Rio de antes de todos os janeiros, a Guanabara Tupinambá, Kûánãpará. Encapsulado no artefato de viagem temporal que ora tem em mãos o leitor, percebi-me transportado à minha própria infância, quando fui embalado pela melhor escola que frequentei, o Sítio do Picapau Amarelo.” Pedro Bial, jornalista

“Saí da leitura com a impressão encantada de que o axé dos guerreiros tamoios ainda venta na memória das praias de Santa Luzia, Ramos, Inhaúma, Flamengo, Botafogo e Urca. […] Este livro do Rafael, enfim, tirou as flechas do peito do padroeiro e as devolveu, uma por uma, aos índios guerreiros de Uruçumirim; os mesmos que batizaram de poesias valentes a Guanabara e bordam de bravura as páginas que seguem.” Luiz Antonio Simas, historiador

RAFAEL FREITAS DA SILVA é jornalista e radialista. Mestre em Comunicação e Cultura pela ECO/UFRJ, trabalha na TV Globo desde 1998, com passagem pela GloboNews e pelos principais telejornais da emissora (“Jornal nacional”, “Bom dia Brasil”, “Jornal hoje”, “RJTV” e “Globo esporte”). Desde 2004 é produtor de reportagens do “Esporte espetacular”. Da Bósnia à China, do México à África do Sul, da Tailândia à República Tcheca, do Saara Ocidental ao Chile, participou da cobertura de eventos esportivos de grande porte em vários países, como a Copa do Mundo na Alemanha (2006), na África do Sul (2010) e no Brasil (2014), além dos Jogos Olímpicos de Pequim (2008). Vencedor do Prêmio Embratel 2007 de Melhor Reportagem Esportiva com a série Encontros do Pan, em 2013 foi condecorado com a Medalha do Pacificador pelo Exército Brasileiro pela produção de reportagem da série Missão de paz: O esporte na linha de frente.